Passo a passo para criar uma campanha de REMARKETING do Google Ads

03/11/2020 by in category Google Ads, Guias Passo a Passo with 0 and 1
Home > Blog > Google Ads > Passo a passo para criar uma campanha de REMARKETING do Google Ads

Como você pode usar o Remarketing para alcançar pessoas que já interagiram com seu site? Acompanhe este passo a passo e veja como colocar no ar seus primeiros anúncios de Remarketing.

Vale destacar que para criar a campanha de Remarketing, você precisa ter pelo menos uma lista de públicos-alvo configurada na Biblioteca Compartilhada > Gerenciador de Públicos-alvo.

 

1ª Etapa: Configuração da campanha

O que vamos fazer neste momento é criar uma campanha. Para isso, clique em Campanhas no menu à esquerda.

 

Em seguida, clique no botão de + e depois em Nova Campanha.

Depois disso, você verá os tipos de campanhas que o Google Ads oferece aos anunciantes:

 

  • Vendas
  • Leads
  • Tráfego do site
  • Consideração de produto e marca
  • Alcance e reconhecimento da marca
  • Promoção de app
  • Criar uma campanha sem meta

 

Em seguida, é preciso escolher onde os anúncios devem aparecer. Nossa campanha de Remarketing vai ser veiculada em toda a Rede de Display.

 

Em seguida, insira o site da sua empresa para onde o público será redirecionado após clicar no anúncio. Depois disso, clique em Continuar.

 

 

2ª Etapa: Configurações adicionais

Na próxima etapa, você vai configurar sua campanha e dar alguns detalhes da segmentação. Durante todo o processo, você pode acompanhar as Estimativas semanais de desempenho localizadas na lateral direita.

A primeira informação solicitada para esta campanha padrão da Rede de Display é o nome da campanha. Escolha um nome que facilite identificar do que se trata a campanha.

 

A próxima configuração é sobre Locais, ou seja, as regiões geográficas onde seus anúncios de Remarketing devem aparecer. Aqui você seleciona as regiões atendidas por sua empresa.

Clicando em Opções de local você vai ter algumas configurações adicionais relacionadas a segmentação geográfica.

 

A opção recomendada é “Pessoas que estão nas suas regiões de segmentação ou têm interesse nelas”. Esta opção exibe anúncios de Remarketing para pessoas que estão na região de segmentação e também para aquelas que demonstram interesse nela.

Já a opção “Pessoas que estão na região de segmentação ou costumam frequentá-la” pode exibir anúncios para pessoas que viajam regularmente para esta região.

Em seguida, vamos configurar o Idioma do seu público.

 

A próxima configuração tem a ver com os Lances. Para campanhas da Rede de Display, as métricas principais costumam ser Conversões e Impressões visíveis. Mas isso pode variar dependendo da meta selecionada lá no início da configuração da campanha.

O Google também pergunta como você quer gerar essas conversões: Lances definidos manualmente ou Conversões maximizadas automaticamente. Ou seja, você pode definir lances manualmente ou selecionar uma meta que o Google Ads usará para definir lances de forma automática.

Depois de selecionar a métrica, o Google Ads vai apresentar qual estratégia de lances vai usar. No entanto, você ainda pode selecionar uma estratégia diferente, como o CPC Manual. Para isso, clique na frase Você também pode selecionar uma estratégia de lances diretamente e escolha outra estratégia.

 

Na parte de Orçamento você precisa especificar o valor que está disposto a gastar por dia com essa campanha de Remarketing.

 

Em Rotação de Anúncios você indica se o Google deve priorizar anúncios com melhor desempenho ou alterná-los de forma indefinida.

 

E quanto à Programação de anúncios? Se seu negócio é online pode ser que deixar os anúncios sendo exibidos todos os dias e horários seja a melhor opção. No entanto, se você desejar que seus anúncios apareçam somente no horário comercial, quando sua loja física estiver aberta, neste caso, você precisa especificar os dias e horários nesta opção.

 

Em Datas de início e término você indica quando você quer que os anúncios comecem a aparecer e quando eles devem ser interrompido. Se não tiver uma data específica para encerrar a campanha, selecione “Nenhuma” em Data de Término, que é a opção padrão.

 

Em Exclusões de Conteúdo você pode impedir que seus anúncios sejam exibidos em sites com conteúdo inadequados para sua marca. Nesta opção, especifique o tipo de conteúdo e a classificação que deseja evitar.

 

Clique em Configurações adicionais para expandir o menu com novas opções.

Dispositivos: aqui você escolhe em quais dispositivos seus anúncios de Remarketing vão aparecer. Por exemplo, somente em computadores ou apenas em celulares. Empresas que não possuem um site otimizado para celulares muitas vezes preferem deixar os anúncios de Remarketing configurados apenas para serem veiculados em computadores.

 

Opções de URL da campanha: são parâmetros adicionais inseridos para fins de acompanhamento para saber mais detalhes sobre o clique.

Anúncios Dinâmicos: opção para quem quer ativar o feed de anúncios dinâmicos para criar anúncios de Remarketing. Esta personalização é feita com base no que a pessoa viu em seu site ou aplicativo. Assim, duas pessoas que visitaram seu site podem ver anúncios diferentes de acordo com a página visitada. Os feeds podem ser gerenciados na conta do Google Merchant Center ou em Dados da Empresa no Google Ads.

 

Conversões: aqui você seleciona quais ações de conversão devem ser informadas na coluna “Conversões” dos seus relatórios de campanha.

 

 

3ª etapa: Criação dos grupos de anúncios

Ainda nesta tela, entramos em uma nova etapa: a criação do grupo de anúncios. Os grupos de anúncios são muito importantes para você ter campanhas bem organizadas.

Inicialmente, você deve dar um nome para ele.

 

Então chega o momento de configurar os Públicos-alvo, a etapa em que você deixa claro para o Google Ads que se trata de uma campanha de Remarketing.

Clique em Procurar e, em seguida, em Como eles interagiram com sua empresa (Remarketing e públicos-alvo semelhantes).

 

Em seguida, você tem as diferentes listas para construir sua lista de Remarketing:

 

  • Públicos-alvo semelhantes: pessoas com características semelhantes àquelas presentes nas listas de Remarketing existentes.
  • Listas combinadas: opção para combinar vários atributos do público-alvo.
  • Visitantes do site: alcançar pessoas que visitaram seu site. Também é possível segmentá-los de acordo com as páginas visitadas. Esta lista de visitantes do site e todas suas regras já precisam ter sido criadas na Biblioteca compartilhada do Google Ads.
  • Usuários do YouTube: anúncios que alcançam os espectadores dos seus vídeos. Importante lembrar que para ativar esta lista, seu canal do YouTube precisa estar vinculado ao Google Ads.

 

Em Informações demográficas, você pode incluir mais detalhes sobre seu público, incluindo idade e status parental.

 

Em seguida, entramos na etapa da segmentação por conteúdo. Aqui você assume um controle maior sobre onde seus anúncios devem aparecer.

Isto é feito por meio da configuração de 3 categorias, todas elas opcionais.

Palavras-chave: selecionando esta opção, você escolhe termos que tenham relação com seu negócio. Baseado nestas palavras, o Google Ads consegue segmentar os sites que tenham a ver com seu negócio.

 

Tópicos: são interesses amplos sobre assuntos como Automóveis, Casa e Jardim, Esportes, Saúde e assim por diante. Escolha tópicos que tenham a ver com seus produtos ou serviços – assim, seus anúncios de Remarketing se tornam contextuais, tendo tudo a ver com o site onde aparecem.

 

Canais: são sites, vídeos ou aplicativos específicos nos quais você exibe seus anúncios. Insira uma palavra relacionada ao seu negócio e escolha onde você quer aparecer.

 

A seguir, temos a Expansão de segmentação. Pelo nome já dá para perceber: esta opção ajuda as empresas a encontrar novos clientes, além daqueles já especificados nos critérios de segmentação.

Note que esta opção exibe um controle deslizante. Mova este controle para a direita para alcançar pessoas semelhantes àquelas que você já segmentou. Quanto mais para a esquerda, mais a segmentação configurada nas etapas anteriores será mantida. Ou seja, se você deslizar o controle para a extrema esquerda, o Google não vai expandir sua segmentação.

 

Finalizando a fase da configuração do grupo de anúncios é hora de inserir um lance para este grupo. Lembrando que o lance que vai aparecer aqui é aquele que você selecionou anteriormente na opção Lances.

 

 

4ª etapa: criação dos anúncios

Para começar a criar seu primeiro anúncio de Remarketing, clique em + Novo anúncio.

Você terá a opção de criar um anúncio responsivo, fazer upload de anúncios gráficos ou então copiar anúncios já existentes em outras campanhas.

 

Os criativos de um anúncio responsivo são os seguintes:

 

  • URL Final: o endereço para onde as pessoas serão levadas assim que clicarem no seu anúncio.
  • Imagens e logotipos: duas ou mais imagens de alta qualidade (pelo menos uma quadrada e uma no formato paisagem).
  • Vídeos: são opcionais, mas você pode inserir até 5.
  • Título: Você pode inserir até 5 títulos de 30 caracteres cada um que serão combinados com outros recursos para criar os melhores anúncios.
  • Título longo: é a primeira linha do anúncio. Em anúncios maiores, ele é exibido em vez do título curto. Títulos longos podem ter até 90 caracteres e incluir ou não a descrição.
  • Descrição: complementa o título e dá mais detalhes. Adicione até 5 descrições com o máximo de 90 caracteres que serão combinadas com um dos seus títulos para gerar os anúncios.
  • Nome da empresa: dependendo do layout, o nome da marca aparece no texto do anúncio.

Ao passo que for inserindo estas informações, fique de olho na tela da direita – ali você consegue ver como seu anúncio vai ficar.

 

Você pode otimizar o alcance e o desempenho dos seus anúncios selecionando Outras opções de formato.

 

 

  • Usar as melhorias de recurso: permite que o Google utilize o aprendizado de máquina para otimizar seus anúncios.
  • Usar o vídeo gerado automaticamente: ativando esta opção, você permite que o Google crie um vídeo com base nos criativos enviados.
  • Usar formatos nativos: com esta opção ativada, você amplia o alcance da sua publicidade, incluindo mais editores.

Em seguida, você pode clicar em Mais Opções para adicionar um texto de Call-to-action, como Reservar Agora, Saber mais, Instalar e assim por diante. Se deixar na opção Automatizado, o Google vai selecionar uma call-to-action para você.

Também é possível adicionar cores personalizadas onde você inclui até 2 cores que deseja usar na maioria dos formatos.

 

Após concluir esta etapa, basta adicionar o Link Patrocinado ao grupo de anúncios e clicar em Criar Campanha.

Pronto! A configuração da sua primeira campanha de Remarketing está concluída.

 

Add comment