preloader

Guia de SEO Para Iniciantes

O que é SEO? Quais são as principais técnicas de otimização para os mecanismos de busca? Saiba as respostas neste artigo.

O universo dos mecanismos de pesquisa está em constante evolução. E isto engloba tanto as pesquisas orgânicas quando as pagas (Links Patrocinados).

Por isso, é sempre importante estar em dia com as principais novidades das buscas, especialmente se você é um profissional de marketing.

Mas, independentemente de quais sejam as novidades apresentadas no marketing de busca, de modo geral, os princípios básicos continuam os mesmos.

E é exatamente sobre isso que vamos conversar agora. Neste artigo, você saberá o que é SEO e quais são as principais técnicas de otimização para os mecanismos de busca.

Além disso, saberá o que não fazer na hora de aplicar SEO em seu site.

O Que É SEO

SEO significa “search engine optimization”. Em português claro, refere-se à Otimização do Mecanismo de Pesquisa.

Trata-se de uma técnica para melhorar a presença de um site nos mecanismos de busca, como Google, Bing, Yahoo, entre outros.

O SEO visa, portanto, aumentar o tráfego do site de uma empresa, ao mesmo tempo em que melhora a qualidade das visitas.

Mas, você talvez se pergunte: de que forma a qualidade das visitas é melhorada?

Para fazer SEO, você precisa entender o que seu público-alvo está procurando. A partir daí, significa construir um conteúdo de qualidade que responda exatamente às dúvidas dos seus clientes. Desta forma, você consegue se conectar com as pessoas certas, oferecendo a elas a solução que procuram.

Mas embora o conteúdo seja vital no universo do SEO, ele não se trata de uma moeda única.

O SEO também está voltado para aspectos técnicos relacionados ao site, como:

  • Hospedagem
  • Redirecionamentos
  • Páginas de erro
  • JavaScript

A Quem Interessa Este Guia

Este guia se destina a proprietários de sites que querem aumentar o tráfego de qualidade em suas páginas.

Também, está voltado para profissionais do marketing digital.

O objetivo deste guia é lhe mostrar como tirar proveito dos princípios envolvidos no processo dos mecanismos de busca em rastrear, entender, classificar e indexar seu conteúdo.

A Função dos Mecanismos de Busca

A quantidade de informação na internet é gigantesca. E ela está disponível em diversos formatos, de texto a vídeos.

O que os mecanismos de busca fazem é vasculhar estes dados colossais e indexá-los. Assim, quando precisamos de uma informação, basta perguntar aos buscadores.

Estas informações são indexadas e apresentadas para o usuário em dois formatos básicos: orgânico e patrocinado.

O formato patrocinado são anúncios onde as empresas pagam ao Google toda vez que alguém clica no link exibido.

O formato orgânico, por outro lado, é totalmente gratuito.

 

Diante do que vimos sobre a função dos mecanismos de busca em encontrar e classificar o conteúdo, podemos concluir que SEO é uma técnica para ajudar os buscadores.

Para ter mais informações sobre como funciona a indexação nos mecanismos de busca e como acelerar este processo, convidamos você a ler o artigo Como Indexar Rapidamente as Páginas do Meu Site no Google.

Princípios Básicos Para SEO

Existem alguns elementos básicos para fazer SEO com qualidade.

Um deles é que as páginas do seu site devem ser criadas pensando no usuário, e não no Google. Uma forma de descobrir se este é seu caso, pergunte-se: “Será que eu faria isso se os mecanismos de busca não existissem?”

Outro princípio básico é não tentar enganar os mecanismos de busca. Existe até um termo para isso “Black Hat”.

Uma das práticas integrantes do Black Hat é o Cloaking. Ela consiste em exibir para os rastreadores um conteúdo diferente do apresentado para os usuários.

Sites que utilizam técnicas que visam ludibriar os buscadores podem ser penalizados, chegando ao ponto de serem removidos dos resultados das pesquisas.

Alinhar Objetivo da Página Com Intenção do Usuário

A essência do SEO depende de conhecer qual é a intenção do usuário. Saber o que o usuário quer inclui entender sua intenção.

Por exemplo, obter informação sobre um produto é diferente de querer comprá-lo. Um usuário pode estar pesquisando sobre os recursos de uma determinada bicicleta, mas não necessariamente deseja comprá-la – pelo menos, não neste momento.

Assim, a página apresentada deve estar alinhada às intenções do usuário. Portanto, se ele procura informações sobre uma bicicleta em especial, a página criada para este usuário deve fornecer exatamente o que ele quer: informações.

Diante disto, ao criar uma página, pense em quais são seus objetivos e em como ela pode estar alinhada com a intenção dos usuários.

Nada de Conteúdo Duplicado

Uma das práticas que resultam em penalidades nos mecanismos de busca é o conteúdo duplicado. É o popular “control c + control v”.

Talvez lhe pareça tentador copiar um texto que encontrou em um site concorrente. Quem sabe se mudar uma palavra ou outra, e o texto ficará novo em folha, certo?

Errado!

Os rastreadores dos mecanismos de busca estão preparados para identificar conteúdo copiado. Quando isso acontece, o site que copiou pode ser severamente punido.

Por isso, na hora de criar o conteúdo para seu site, faça um trabalho original. Garanta que o texto apresentado em seu site seja exclusivo.

Para saber mais detalhes sobre criação de conteúdo de qualidade como estratégia de marketing digital, conheça nosso guia sobre Inbound Marketing.

A Importância dos Títulos

Quando falamos em conteúdo, estamos também incluindo os títulos das páginas, marcado no HTML como H1. Entre as estratégias de SEO, está a necessidade de criar bons títulos.

O que você deve levar em consideração ao criar títulos para suas páginas?

  • Eles devem descrever de forma clara o conteúdo da página.
  • Dê preferência para títulos mais curtos.
  • Devem ser exclusivos, diferenciando-se facilmente das demais páginas do site.

Mas, além dos títulos, dê atenção para os subtítulos. Eles são marcados no HTML como H2, H3, H4, etc.

Trata-se de uma hierarquia onde os subtítulos são mais específicos, de acordo com o assunto abordado.

A Importância das Meta Descriptions

A Meta Description é um pequeno resumo do conteúdo da página apresentado nos resultados de pesquisa, logo abaixo do título e da URL.

meta description guia seo

É de grande utilidade para o usuário em identificar se o conteúdo da página é aquilo que ele procura.

Portanto, a meta description deve descrever de forma clara e precisa o conteúdo da página. Crie uma meta description exclusiva para cada página exibida em seu site.

Conforme as diretrizes do Google, não existe um tamanho mínimo ou máximo. Isto porque o tamanho do trecho exibido dependerá do dispositivo utilizado pelo usuário.

É importante destacar que nem sempre o Google utilizará o texto da sua meta description. Haverá casos em que ele vai optar por exibir um trecho da página, se achar que esta parte corresponde melhor ao que o usuário está pesquisando.

Utilizar Imagens Otimizadas

Falar em guia SEO para iniciantes, exige dar atenção às imagens.

Elas são importantes não somente pelo fato de serem esclarecedoras e decorativas. Mas também porque afetam a velocidade de carregamento das páginas em um site.

Por este motivo, as imagens precisam estar otimizadas. E isto envolve comprimi-las.

Por exemplo, quando você converte uma imagem PNG para o formato JPG, há uma redução significativa no tamanho dela. Se você não precisar preservar a alta resolução da imagem, poderá optar por estes formatos mais compactos.

Não se esqueça dos alt text (textos alternativos) das imagens. Este recurso tem como objetivo melhorar a acessibilidade para pessoas com deficiência visual. Quando um programa de leitura para deficientes visuais encontra uma imagem no site, ele faz a leitura do texto alternativo.

Além disso, o alt text ajuda o Google a “compreender” a imagem, sabendo do que ela se trata.

Temos um artigo completo sobre este assunto. Veja Como Fazer SEO Para Imagens.

Formatação da Página

Ao publicar um site, você certamente deseja que o conteúdo seja facilmente lido. Para isso, você precisa se certificar de que a cor do seu texto em relação a cor do fundo contribua para uma boa leitura.

Outro aspecto que facilita a leitura são parágrafos curtos.

Outra dica: não esqueça de usar moderadamente listas e marcadores – eles tornam o processo de leitura mais cômodo, ajudando os usuários a encontrar o que procuram.

A Hierarquia das Páginas

Uma hierarquia bem construída facilita a navegação dos usuários. Ou seja, a navegação entre diferentes páginas se torna quase intuitiva.

E nesta mesma linha, é claro que uma boa hierarquia de páginas é de grande ajuda para os rastreadores encontrarem e organizarem o conteúdo do site.

Hierarquia das páginas

Você deve garantir que exista uma fluidez entre as páginas. Isto é chamado de Hierarquia Flutuante Natural. Por exemplo, se o visitante chegar até a Home do seu site, ele conseguirá percorrer facilmente um caminho que o levará a páginas específicas, simplesmente clicando nos links?

Caso alguma página esteja “escondida”, é importante incorporar um sistema de pesquisa interno.

Criando Páginas Para Usuários

Falamos há pouco sobre a necessidade de alinhar o objetivo da página com a intenção do usuário.

Neste processo, é importante fazer pesquisas de palavras-chave. Por quê? Porque é por meio desta pesquisa que você descobrirá como as pessoas estão pesquisando pelos produtos e serviços oferecidos por sua empresa.

Isto é importante porque a forma como os usuários pesquisam sua oferta mostra o que eles realmente querem.

Por exemplo, já falamos neste artigo sobre intenção. A intenção da pesquisa “comprar bicicleta aro 29 oggi” é bem diferente da pesquisa “bicicleta aro 29 oggi avaliação”. Na primeira, vemos alguém que está no final do funil de conversão, pronto para comprar a bicicleta. Na segunda pesquisa, a pessoa ainda está em dúvida, procurando mais informações sobre o produto.

Além disso, a maneira como as pessoas pesquisam pode até mesmo mostrar o formato em que desejam a resposta. Por exemplo, a pesquisa “guia seo iniciante pdf” mostra claramente que o usuário deseja baixar um documento ou e-book sobre otimização dos mecanismos de pesquisa. Se quiser criar uma página otimizada para este usuário, você se certificará de disponibilizar um PDF sobre o assunto.

Ferramentas Para Encontrar Palavras-chave

Mas você não precisa usar o achômetro para descobrir quais são as palavras-chave que seus clientes estão utilizando nos mecanismos de busca. Existem ferramentas preparadas para ajudá-lo nesta tarefa. Com elas, você consegue descobrir palavras relacionadas que estão sendo utilizadas pelas pessoas em suas buscas.

Por exemplo, digitando a palavra “botas de couro” no Planejador de Palavras-chave do Google, temos diversas outras sugestões, como:

  • coturno masculino
  • botina masculina
  • bota montaria

Você encontrará muitos termos de cauda longa. Estes são aqueles termos com volume de pesquisa bem menor e, de modo geral, utilizam mais palavras. Ainda usando o exemplo das “botas de couro”, um termo de cauda longa apresentado pelo Google Ads é:

  • botas cano curto couro feminina

Além do Planejador de Palavras-chave do Google Ads, existem outras soluções para esta tarefa. Se quiser conhecer outras opções, confira o artigo Ferramentas Gratuitas Para Descobrir Novas Palavras-Chaves.

Você pode utilizar o negrito para destacar as palavras-chave da página publicada. Porém, faça isso sem exageros.

Cuidado Com o Thin Content

Thin Content (ou conteúdo fino) consiste na prática de apresentar conteúdo de baixa qualidade para os usuários.

Entre as técnicas utilizadas no Thin Content existe aquela que consiste em criar uma página para cada palavra-chave, mesmo quando elas se referem à mesma coisa.

Por exemplo, uma loja virtual vende bicicletas e cria uma página “bicicletas masculinas” e outra “bikes masculinas”, além de “bicicletas para homens” e “bikes para homens”. Em casos assim, a empresa costuma criar basicamente o mesmo conteúdo para todas as páginas, variando somente uma palavra-chave.

Esta prática é ruim porque está focada exclusivamente em palavras-chave para os mecanismos de busca e não no usuário. Lembre-se que falamos há pouco que o conteúdo deve ser criado pensando no usuário, não nos buscadores.

thin content

Portanto, neste caso, o ideal é criar uma página abrangente com seus respectivos sinônimos, em vez de criar uma página para cada termo.

Concluindo

Uma estratégia de SEO nunca termina. Como subentendido pelo nome, SEO envolve a otimização. E otimização é um processo contínuo.

Por isso, ao aplicar técnicas de otimização em seu site, você deve acompanhar de perto as métricas relacionadas. Isto inclui não apenas o número de visitantes, mas também o tempo de permanência no site, taxa de rejeição, etc.

Desta forma, você conseguirá manter seu site sempre otimizado para o público-alvo, ao mesmo tempo em que consegue obter um bom posicionamento nos mecanismos de busca.

Para saber mais sobre o assunto, confira os artigos abaixo: