Saiba quais são e entenda as Métricas do Google Ads

16/09/2020 by in category Google Ads tagged as with 0 and 0

O Google Ads possui diversas métricas para analisar o desempenho dos anúncios. Você sabe o que cada uma delas significa? Neste artigo, conheça todas as métricas e qual o significado de cada uma delas.

Métricas de atributos

Rótulos: funcionam como etiquetas para organizar os elementos de uma conta. Assim, é possível filtrar as informações que precisa de forma rápida e dinâmica.

Estratégia de lances: referem-se aos lances flexíveis. Eles utilizam o aprendizado de máquina para ajudar a determinar o melhor lance com o objetivo de alcançar as metas do cliente.

Tipo de estratégia de lances: diferentes estratégias de lances podem ser utilizadas de acordo com as metas do anunciante (como cliques, visualizações, conversões, etc). Os tipos de estratégias de lances são CPA Desejado, ROAS Desejado, Maximizar Conversões e Custo Por Clique Otimizado.

Configuração da conversão: mostra qual ação de conversão ou conjunto de ações você aplicou nas suas campanhas.

CPA Desejado: valor médio que você está disposto a pagar por uma conversão.

Tipo de campanha: determinam onde os usuários visualizam seus anúncios, além das configurações e opções disponíveis para você.

Pontuação de otimização: apresenta uma estimativa do desempenho da sua conta no Google Ads.

Métricas de desempenho

Cliques: a ação do cliente em clicar no anúncio. Isto pode acontecer em um computador ou por meio de um toque na tela do dispositivo móvel.

Impr. (Impressão): Informa quantas vezes o Link Patrocinado foi apresentado para o público-alvo, independentemente do anúncio ter sido clicado ou não.

CTR (Taxa de Cliques): métrica que avalia a frequência com que um anúncio é clicado. Para determinar a CTR, divide-se o número de cliques pelo número de impressões do anúncio.

CPC médio (Custo Médio Por Clique): representa o valor pago pelos cliques nos anúncios dividido pelo total de cliques. Assim, o anunciante obtém a média investida por clique.

CPM méd. (Custo Médio Por Mil Impressões): apresenta o valor médio que tem sido cobrado a cada mil impressões.

Custo: métrica que apresenta quanto o anunciante gastou, durante um período, somando o CPC ou CPM.

Cliques inválidos: cliques que são considerados como ilegítimos pelo Google e que, portanto, não geram cobranças para o anunciante. São categorizados como inválidos duplos cliques bem como cliques gerados por ferramentas automatizadas e softwares maliciosos.

Taxa de cliques inválida: apresenta o percentual de cliques inválidos, analisando o total de cliques registrados durante o período.

Engajamento: o engajamento refere-se à interação com um anúncio, por exemplo, clicando em um anúncio em vídeo ou expandindo um anúncio lightbox. Esta métrica ajuda a avaliar o desempenho do anúncio.

Taxa de engajamento: mostra a frequência com que os usuários expandem o anúncio após a sua exibição. Este número é obtido dividindo-se o número de vezes que o anúncio é expandido pelo número de suas impressões.

CPE méd. (Custo Médio Por Engajamento): valor médio cobrado pelo engajamento dos usuários com os anúncios.

Visualizações: Métrica voltada para anúncios em vídeo. Ela mostra quantas vezes o anúncio em formato de vídeo foi visualizado.

Taxa de visualizações: porcentagem de usuários que assistiram ao vídeo após a exibição dele em miniatura.

CPV méd. (Custo Médio Por Visualização): O valor médio que o anunciante paga por exibição do anúncio em vídeo. Este número é obtido dividindo-se o custo total de todas as visualizações dividido pelo número de visualizações do vídeo.

Custo médio: especifica o valor médio que o anunciante pagou por todas as interações com seus anúncios.

Interações: Esta métrica informa quantas vezes os clientes realizaram a ação relacionada ao formato do anúncio. Aqui estão incluídos cliques, engajamentos e visualizações de vídeo.

Taxa de interação: Apresenta a frequência de interações ocorridas com o Link Patrocinado após sua exibição. Número é obtido dividindo-se as interações pela quantidade de impressões.

Interações inválidas: são as interações consideradas ilegítimas pelo Google e que, portanto, não geram cobranças para o anunciante. São categorizadas como inválidas, por exemplo, interações geradas a partir de ferramentas automatizadas e softwares maliciosos.

Taxa de interação inválida: apresenta o percentual de interações inválidas, analisando o total de cliques em anúncios de texto e gráficos, engajamento, bem como visualizações de anúncios em vídeo.

ROAS médio desejado: métrica que apresenta a meta média para a qual sua estratégia de lances foi otimizada. Inclui o ROAS desejado dos grupos de anúncios e todas as alterações feitas na meta da estratégia.

CPA méd. desejado: métrica que apresenta a meta média para a qual sua estratégia de lances foi otimizada. Inclui ajustes de lance por dispositivo, CPAs desejados do grupo de anúncios e alterações na meta da estratégia durante o período selecionado.

Tempo de exibição: métrica voltada para anúncios em vídeo. Apresenta o tempo total que os usuários assistiram ao anúncio em vídeo até ele ser pulado, concluído ou interrompido. Valor é apresentado em segundos.

Tempo méd. exib. / impr. (Tempo Médio de Exibição Por Impressão): apresenta uma média de quantos segundos, por impressão, as pessoas assistiram ao anúncio em vídeo.

Vídeo reproduzido até 25%, 50%, 75%, 100%: mostra a porcentagem de usuários que assistiram até determinada parte do vídeo.

% de impr. (1ª posição): apresenta a porcentagem de impressões exibidas como o primeiro anúncio acima dos resultados na página do Google. Com esta métrica, você consegue identificar se mudanças na localização do seu anúncio causaram alterações no desempenho.

% de impr. (parte sup.): mostra a porcentagem de impressões exibidas em qualquer lugar acima dos resultados orgânicos.

Métricas de Conversões

Conversões: apresenta o total de ações esperadas e realizadas pelos clientes e que foram estabelecidas pelo anunciante. As conversões definidas pelo anunciante podem ser compras realizadas no site, inscrição em uma newsletter, instalação de um aplicativo, etc.

Conversões (por momento da conv.): mostra número de conversões com base no dia em que a conversão ocorreu.

Valor de conv. (por momento da conv.): mostra o valor da conversão com base no dia em que cada conversão ocorreu.

Conv. em disp. diferentes: métrica contabilizada quando usuário interage com um anúncio em um dispositivo/navegador e realiza a conversão em outro dispositivo ou navegador.

Conv. de visualização: mostra as conversões registradas quando o cliente visualiza um anúncio (mas não interage com ele) e realiza uma conversão posteriormente.

Instalações: mostra o número de vezes que alguém baixou seu app após interagir com seu anúncio.

Custo/instalação: métrica que mostra quanto você gasta em média por download do seu aplicativo. Número é obtido dividindo o custo pelo número da coluna Instalações.

Ações no aplicativo: quantas vezes alguém concluiu uma das ações de conversão no seu app que você selecionou para essa campanha.

Custo / ação no app: A opção “Custo / ação no aplicativo” mostra quanto você gasta, em média, a cada vez que alguém realiza uma das ações que você escolheu no aplicativo. Esse valor é calculado dividindo o custo pelo número na coluna “Ações no aplicativo”.

Custo/conv. (Custo Por Conversão): apresenta quanto, em média, tem custado cada conversão definida pelo anunciante. Número é obtido ao dividir o custo total pelo número de conversões.

Taxa conv. (Taxa de Conversão): indica a frequência com que cliques nos anúncios têm conduzido a conversões. A taxa representa o total de conversões dividido pelo total de cliques.

Todas as conv. (Todas as Conversões): métrica que apresenta o total de conversões para o seu negócio. Inclui dados da coluna Conversões e outras fontes de conversão, como visitas à loja.

Custo / todas as conv. (Custo Por Todas as Conversões): métrica que mostra quanto custa, em média, as conversões definidas pelo anunciante. As conversões aqui analisadas são as mesmas da coluna Todas as Conversões.

Taxa de todas as conv. (Taxa de Todas as Conversões): indica a frequência com que interações nos anúncios têm conduzido a conversões. A taxa representa o total de Todas as Conversões dividido pelo total de cliques.

Valor de todas as conv. (Valor de Todas as Conversões): nem todas as conversões são iguais. O anunciante pode adicionar valores às suas conversões. Quando isso acontece, o valor de todas elas é apresentado nesta métrica.

Valor de todas as conv. / custo (Valor de Todas as Conversões Pelo Custo): métrica que apresenta o valor das conversões dividido pelo custo total das interações ocorridas no anúncio gráfico, de texto ou em vídeo.

Valor de todas as conv. / clique (Valor de Todas as Conversões Por Clique): é o valor obtido de todas as conversões, incluindo conversões em dispositivos diferentes, dividido pelo número de cliques. Esta métrica ajuda o anunciante a entender o valor dos cliques.

Valor conv./custo (Valor de Conversão Por Custo): métrica que mostra o valor total das conversões dividido pelo custo total de todos os cliques em anúncios e visualizações de vídeos.

Valor conv./clique (Valor de Conversão Por Clique): esta métrica se concentra apenas nos cliques que podem levar a conversões. Apresenta o valor das conversões dividido pelos cliques com potencial de conversão.

Valor/conv. (Valor Por Conversão): apresenta uma média de quanto vale cada conversão determinada pelo anunciante.

Valor conv.: métrica que apresenta a soma dos valores das suas conversões. É útil apenas quando você insere um valor para as suas ações de conversão.

Valor / todas as conv.: se suas conversões tiverem valores diferentes, essa métrica exibe o valor médio delas.

Pedidos: são as transações realizadas no seu site originadas por cliques em seus anúncios. Sempre que um usuário clicar no anúncio e fizer uma compra no site, isto é contado como um pedido.

Valor médio do pedido: total de cada carrinho vendido dividido pelo total de transações.

Tamanho médio do carrinho: métrica com o número médio de produtos adicionados a um carrinho. Valor é obtido dividindo o número total de produtos vendidos pelo total de transações.

Lucro bruto: valor obtido de todas as transações atribuídas a cliques no link patrocinado após subtrair o custo dos produtos vendidos (CPV). A fórmula para obter este valor é a seguinte: receita – CPV = lucro bruto.

Receita: valor total da renda alcançada originada por cliques nos seus anúncios.

Métricas de Atribuição

Conversões (modelo atual): Tem como objetivo aplicar o modelo de atribuição definido pelo anunciante para suas conversões. Também é possível aplicar este modelo atual ao valor total, ao custo e taxa por conversão

Custo/conv. (modelo atual): aplica o modelo de atribuição atual para o custo por conversão.

Taxa conv. (modelo atual): aplica o modelo de atribuição à taxa de conversão.

Valor conv. (modelo atual): aplica o modelo de atribuição atual para o valor de conversão.

Valor/conv. (modelo atual): aplica o modelo de atribuição atual para o valor por conversão.

Valor conv. / clique (modelo atual): aplica o modelo de atribuição atual à conversão por clique.

Valor conv. / custo (modelo atual): aplica o modelo de atribuição ao valor de conversão por custo.

Métricas detalhes da chamada

Impr. chamadas: toda vez que um anúncio, contendo o número de encaminhamento do Google é exibido, é contada uma impressão de chamada.

Ligações: são as ligações telefônicas realizadas pelos usuários por meio de um clique no anúncio ou discando manualmente para um número de encaminhamento do Google.

PTR (taxa de chamadas): taxa resultante da divisão do número de ligações recebidas pelo número de vezes que o telefone foi exibido nos anúncios.

Métricas competitivas

Parcela de Impr rede de pesquisa: esta métrica informa o potencial que os anúncios têm de obter mais impressões e cliques. O valor refere-se ao número de impressões obtidas dividido pelo número estimado de impressões que o anunciante estava qualificado para receber.

IS corr. exata pesq: número de impressões de correspondência exata recebidas dividido pelo número de impressões que você estava qualificado para receber na Rede de Pesquisa.

IS perd. parte sup. pesq. (class.): métrica que indica a parcela de impressões perdidas da rede de pesquisa (classificação). Ela mostra a frequência com que seu anúncio não foi exibido acima dos resultados da pesquisa orgânica por causa da classificação insatisfatória do anúncio.

IS perdidas 1ª posição pesq. (orçam.): trata-se da parcela de impressões perdidas na primeira posição da pesquisa (orçamento). Esta métrica apresenta a frequência com que seu anúncio não apareceu na primeira posição por causa de baixo orçamento. Dados desta métrica são atualizados todos os dias no Google Ads.

IS parte sup. pesq.: esta parcela de impressões diz respeito à parte superior da rede de pesquisa. Esta coluna apresenta o número de impressões que você teve na parte superior do Google dividido pelo número estimado de impressões que estava qualificado para receber na mesma posição superior.

IS perd. 1ª posição pesq. (class.): esta métrica apresenta para o anunciante a parcela de impressões na primeira posição da pesquisa (classificação). Seu objetivo é estimar a frequência com que seu link patrocinado não apareceu na primeira posição acima dos resultados por causa de uma classificação ruim. Fatores como lance, qualidade do anúncio, qualidade do site, contexto da pesquisa e o impacto esperado das extensões são usados para calcular este valor.

IS 1ª posição pesq.: métrica refere-se a parcela de impressões na primeira posição da rede de pesquisa. Trata-se do valor percentual de impressões de anúncios da rede de pesquisa que são apresentadas na posição de maior destaque.

IS perd. pesq. (class.): é a Parcela de impressões perdidas da Rede de Pesquisa (classificação). Seu objetivo é mostrar quantas vezes seu anúncio não foi exibido no Search do Google por causa de uma classificação insatisfatória do anúncio. A classificação é relevante na hora de determinar a posição do anúncio e se ele está qualificado para ser exibido. Diversos fatores são levados em consideração para calcular a classificação. Isto inclui o lance, a qualidade do anúncio, a qualidade do site, o impacto esperado das extensões, além de outros fatores.

IS perdidas parte sup. pesq. (orçam.): esta métrica é uma estimativa da frequência com que o anúncio não apareceu em nenhum lugar acima dos resultados no Google por causa de baixo orçamento.

Parcela de cliques: indica a quantidade de cliques recebidos na rede de pesquisa dividido pelo número máximo estimado de cliques que você poderia ter recebido. Fatores como configurações de segmentação, orçamento, lances e qualidade dos dados do produto impactam diretamente a frequência de cliques no seu produto.

Parc. impr. perd. rede de pesquisa (orç): é a Parcela de impressões perdidas da Rede de Pesquisa (orçamento). O valor apresentado nesta coluna é uma estimativa da frequência com que seu anúncio não apareceu na Rede de Pesquisa por causa de baixo orçamento.

Parc. impr. perd. Rede de Display (orç): métrica que apresenta a parcela de impressões perdidas da Rede de Display (orçamento). Os dados desta coluna referem-se à estimativa da frequência com que seu anúncio não foi exibido na Rede de Display por causa de um orçamento baixo.

Parc. impr. perd. Rede de Display (class): com esta métrica, você consegue visualizar a porcentagem estimada de impressões na Rede de Display que seus anúncios deixaram de receber por causa da baixa classificação do anúncio.A classificação determina a posição do link patrocinado e se ele está qualificado para exibição. Fatores levados em consideração para determinar a classificação são os seguintes: lance, qualidade e impacto esperado dos formatos de anúncio.

Parcela de impr. da Rede de Display: métrica que apresenta a quantidade de impressões na Rede de Display dividido pelo número estimado de impressões que você estava qualificado para receber. Os fatores considerados são as configurações de segmentação, status de aprovação, lances e qualidade dos anúncios.

CTR relativa: a Taxa de Cliques Relativa é um comparativo de desempenho. É uma métrica de performance que compara a CTR do anunciante com a CTR de outros anúncios exibidos nas mesmas páginas da internet.

Métricas de Visibilidade

Impressões visíveis: refere-se ao número de vezes que um anúncio esteve no campo de visualização do usuário. Considera-se impressão visível quando, pelo menos, 50% do anúncio mantém-se no campo de visualização do usuário. Para anúncios em vídeo, o tempo é de dois segundos, no mínimo.

Impressões Mensuráveis: apresenta quantas vezes seu anúncio apareceu em sites ou aplicativos que puderam ser avaliados quanto à visibilidade. É um valor importante para ajudar a entender a taxa de visibilidade do seu anúncio.

Impressões não mensuráveis: são as impressões que não puderam ser avaliadas pela tecnologia de visibilidade.

Taxa Mensurável: apresenta a porcentagem de impressões em sites ou aplicativos que puderam ser avaliados quanto à visibilidade.

Custo mensurável: apresenta o custo total somente com impressões de anúncios que foram avaliados pela tecnologia de visibilidade.

CTR visível: é uma taxa de cliques e que refere-se ao número de vezes que o anúncio foi clicado dividido pelo número de impressões visíveis.

CPM Médio Visível: é o Custo Por Mil Impressões voltado somente para anúncios visíveis. Ou seja, qual o valor médio cobrado para cada mil impressões classificadas como visíveis.

Impressões não visíveis: são as impressões que foram consideradas não visíveis. Isso significa que os anúncios da Rede de Display não tiveram 50% de sua área no campo de visualização do usuário durante um segundo. No caso de anúncios em vídeo, 50% de sua área não ficou visível para o usuário durante dois segundos.

Distrib. impr. visíveis:  apresenta a porcentagem de todas as impressões de anúncios que foram consideradas visíveis.

Distrib. impr. não visíveis: esta métrica mostra a porcentagem do total de impressões de anúncio que foram consideradas não visíveis. Importante destacar que neste total estão incluídas as impressões mensuráveis e não mensuráveis.

Distrib. impr. não mensuráveis: número percentual de impressões que apareceram em locais onde não foi possível avaliar a visibilidade.

Taxa de visibilidade: refere-se ao tempo pelo qual o anúncio foi exibido com o Active View ativado (impressões mensuráveis) e ficou visível. O número apresentado nesta coluna é uma porcentagem.

Métricas de Alcance

Usuários exclusios: são as pessoas que viram o anúncio. Métrica focada em usuários, e não cookies. Para tanto, o Google Ads combina diversos sinais para eliminar a duplicação de um público-alvo, independentemente dos dispositivos utilizados.

Freq. méd. de impr. por usuário: apresenta uma média de quantas vezes um único usuário é impactado pelo anúncio.

Freq. méd. impr. / usuário (7 dias): esta métrica apresenta quantas vezes, em média, um anúncio foi exibido a um usuário único no período de 7 dias. Ou seja, para cada dia no período selecionado, a métrica cria uma janela de loopback de 7 dias para mostrar a frequência média. Disponível somente para anúncios em vídeo.

Freq. méd. impr. / usuário (30 dias): métrica idêntica a anterior, porém, focada em 30 dias. Ela mostra o número médio de vezes que um anúncio foi visto por um usuário único em um período de 30 dias. Disponível somente para anúncios em vídeo.

Distribuição de frequência 1+, 2+, 3+, 4+, 5+, 10+: com a ajuda dos dados desta métrica do Google Ads você descobre quantas pessoas viram seus anúncios um determinado número de vezes durante um período. A métrica exibe dados de um período de até 31 dias.

Métricas do Gmail

Salvamentos do Gmail: os anúncios do Gmail são apresentados de forma semelhante a um e-mail. Como tal, eles podem ser salvos na caixa de entrada pelos usuários. Quando isso acontece, o Google Ads registra um salvamento.

Encaminhamentos do Gmail: anúncios no Gmail podem ser encaminhados como um e-mail comum. Quando o usuário faz isso, o Google Ads registra um encaminhamento.

Gmail: cliques para o site: no anúncio expandido, é possível que o usuário clique em links que o levem à página do anunciante. Cliques em anúncios expandidos são registrados pelo Google Ads como “cliques para o site”.

Métricas Ações Ganhas do YouTube

Visualizações recebidas: o Google Ads chama de “Visualizações Ganhas” as visualizações adicionais após o usuário assistir ao anúncio em vídeo. Quando outro vídeo da empresa é assistido, em até 7 dias após a visualização do anúncio em vídeo, é computado como uma “visualização recebida”.

Assinantes adquiridos: são as inscrições conquistadas no seu canal em até 7 dias após a visualização do anúncio em vídeo.

Avaliações positivas recebidas: métrica contabiliza o número de vezes que os usuários clicaram em “gostei” em um vídeo do seu canal do YouTube até sete dias depois da visualização de um anúncio em vídeo.

Adições à playlist ganhas: número contabilizado quando um usuário assiste seu anúncio em vídeo e, em seguida, inclui um vídeo do seu canal do YouTube vinculado em uma playlist até 7 dias após a visualização inicial.

Compartilhamentos realizados: Um compartilhamento ganho é contabilizado quando alguém visualiza seu anúncio em vídeo e, em seguida, compartilha um vídeo do seu canal do YouTube vinculado até sete dias depois da visualização inicial. Você não é cobrado por compartilhamentos ganhos.

Métrica Detalhes da mensagem

Chats: esta métrica está concentrada nos bate-papos. Ela mostra o número de vezes que os usuários enviaram mensagens para sua empresa usando um número de encaminhamento de chamadas do Google.

Impr. mensagens: apresenta quantas vezes a extensão de mensagem apareceu com seu anúncio e quantas vezes um número de encaminhamento de chamadas do Google foi usado, permitindo assim o acompanhamento da conversa.

Taxa de bate-papo: número de pessoas que iniciaram uma conversa com sua empresa depois de ver a extensão de mensagem. Este valor é obtido dividindo o número de bate-papos pelo número de impressões de mensagem com um número de encaminhamento de chamadas do Google.

Métrica Histórico de alterações

Todas as alterações: esta métrica do Google Ads mostra o número de alterações que foram realizadas nas campanhas e grupos de anúncios.

Alterações de orçamento: apresenta o número de alterações de orçamento, como alterações no orçamento diário. Vale destacar que esta métrica não inclui alterações em orçamentos compartilhados.

Alterações de lance: mostra o número de alterações de lances. Isto inclui, por exemplo, alterações no lance máximo de CPC.

Alterações de palavra-chave: esta métrica apresenta quantas vezes foram feitas alterações de palavras-chave. Isto inclui adições ou exclusões de palavras-chave.

Alterações de status: nesta coluna você consegue ver quantas alterações de status foram realizadas, como pausar palavras-chave.

Alterações de segmentação: descubra quantas alterações de segmentação foram realizadas em suas campanhas, tais como mudanças na segmentação por país ou idioma.

Alterações de anúncio: métrica que contabiliza as alterações em anúncios. Isto inclui, por exemplo, adições ou exclusões de anúncios.

Alterações de rede: esta coluna mostra alterações realizadas na rede de exibição dos anúncios, como por exemplo, adicionar parceiros de pesquisa.

Add comment



Clinks®️ | Google Ads Partner PREMIER

Política de privacidade e termos de uso

Trabalhe conosco